quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

As cabalas inglesas?

Neste país já nada me espanta. E na política o "Eng" Sócrates espanta cada vez menos.

Aparentemente lá lhe arranjaram mais uma cabala. E tudo isto porque estamos às portas das eleições e querem descredibilizar o PM.

Já não bastava terem pegado com o relatório que afinal não era bem da OCDE, mas ainda por cima tiveram de vir uns ingleses levantar suspeitas de corrupção sobre o dito.

Confesso que já não me espanta nada. Confesso também que penso que se vai safar de mais uma com uma pintarola que até impressiona. E a ver vamos se ainda não arrecada a maioria absoluta!

É que se formos a ver bem as coisas os políticos representam a nossa sociedade. E Sócrates representa sem dúvida a maioria deste nosso país à beira mar plantado: mentiroso, bem falante e sem vergonha.

Por muito menos já vi quem se tenha demitido. Mas como é dito e sabido presunção e água benta cada qual toma o que quer...


Abraço



.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

As vacas e os Açores...

Os Açores são o aprumo do turismo. Mesmo que não sejam em termos de sinceridade ganham aos pontos!




Foto: Açoriano Oriental


Ora que melhor maneira de chamar pessoas para as nossas ilhas do que enviar-lhes, para o centro de uma grande cidade, um cheirinho a merda, tão característico das nossas paisagens?

Pois o idiota (o que teve a ideia!) de pôr umas vaquitas a pastar em plena Praça de Espanha ao menos foi sincero: vacas e merda não faltam por aqui...

Perdoem-me a estupidez e ignorância, uma vez que não sou especialista em marketing, mas é essa a melhor maneira de promover o destino Açores?

É vacas que temos para oferecer? Vamos pôr a malta a ordenhar as vacas quando cá vierem?

Não tenho propriamente nada a haver com isso. Mas a verdade é que o nosso dinheiro pode ser bem ou mal empregue e neste caso questiona-se.

Dar 180 mil euros à Câmara Municipal de Lisboa para ter 3 dias as vacas açorianas (que vieram da Moita - Ribatejo) pode ter impacto mas por metade do preço ponha-se umas brasileiras, de mamas à mostra, com a palavra Açores entre as ditas e de certeza que eram muito mais vistas...

Sempre cheirava menos mal...



Abraço



.

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Fazer parte da história...

Hoje toma posse o novo presidente dos EUA.

Barrack Obama, antigo senador do Illinois, é aguardado com a mesma expectativa de Kennedy, como aquele que vai finalmente meter a política americana de volta à ribalta depois de 2 mandatos inúteis de G.W. Bush.

Não sendo ele concerteza o salvador da pátria, penso que a euforia em volta dele tem muito a haver com o mau momento que estamos a viver.

Não me interpretem mal. Eu acho que Obama fará um turning point importantíssimo. Marcará uma nova era e a partir dele nada será igual.

No entanto eu acho que o facto do descrédito total quer nas pessoas, quer nas políticas, quer na economia, leva a que as pessoas deixem de ser lúcidas e passem a ser crentes.

E eu acredito que ele fará a diferença.


"Yes we can!"

Barrack Obama, 2008





Abraço,



.

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Sem pilha...

Ainda parece que foi o outro dia que levei o meu bichinho à pilha.

Quê?? Pois vou explicar. O outro dia (fim de Outubro...) levei o meu bichinho, o pulsómetro (Polar S720) para trocar a pilha que estava nas últimas.

Ora acontece que aquilo não pode ser mudado na ourivesaria da esquina. Tem de ser em condições que permitam a estanquicidade (bolas palavras caras!) do dito.

Fui a uma loja de algum nome na nossa terra a fim de enviar o Polar para fora. Mentalizei-me que iria ficar sem ele pelo menos um mês... Acontece que passou 1 mês, 2 meses, 3 meses e nada!

Depois de 2 vezes que lá fui reclamar, da primeira estava a chegar, da segunda deve estar quase e da terceira tive de dizer: alto e pára o baile!

Então mas afinal? 3 meses e nada?

O "pobre" do empregado nem sabia o que dizer. Aparentemente o meu bichinho desapareceu e está em parte incerta.

Pelo que ele me disse tem acontecido muito e pelos vistos vou ter um novo... se não aparecer...

Entretanto até lá é andar sempre na FCM! Que remédio.

Como dizia o outro isto é que vai uma crise!



Abraço


.

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Janeiro, meio gás e meia sandes

No meio de Portugal e da sua recessão, ou melhor no fim do mundo de Portugal e na sua recessão, o país real cá vai andando.


Se o país continental está numa vaga de frio a Europa também não está menos. Arrefece a economia e S Pedro também manda arrefecer o tempo. Hoje por exemplo a Polónia chegou a registar -25 ºC, coisa rara nos dias que correm. Por aqui 12 ºC já custa agora imaginem -25... A Roménia chegou aos -31 ºC ...

Eu apesar do frio estou bastante ocupado. Nem para escrever no blog.


Estou a editar o meu 3º livro. É verdade o terceiro!


A ver vamos quando será lançado. Até parece um escritor de jeito... Parado é que não posso ficar! Será defeito?



Abraço,