quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Desculpe, importa-se de repetir?

Cavaco Silva falou e disse. Apontou o dedo e definiu o culpado.

No entanto fiquei na mesma!

Serei o único neste país?

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Vamos a votos

O país anda suspenso pela campanha. E diria que indeciso na escolha.
No próximo fim de semana decidimos a quem entregar os destinos de Portugal para os próximos 4 anos. Difícil. Principalmente à luz de quem se candidata.

A denominada alternância de poder PS/PSD, num perfeito (até agora) país político bipolar, levaria a que os portugueses, desavindos com Sócrates, fechassem os olhos e entregassem de cruz o país a MFL. Nada mais errado.

Sócrates pode ser mau, principalmente na sua arrogância, mas MFL não é melhor.
Não se entende a sua lista de dinossauros. Não se entende que projecto tem para este país. Contradiz-se dia sim dia não. Insiste em erros como o da asfixia democrática. Não cativa, não motiva nem demonstra capacidade.

Se alguém tem dúvidas reveja os debates à Americana, antes da campanha.

O Bloco de Esquerda vai subir concerteza mas mostrou que quando teve de fazer um programa para ser governo não o consegue fazer.

O PC é mais do mesmo, embora tenha piscado o olho à esquerda, e o CDS parece-me ser (como bom centralista) o que melhor se pode adaptar a qualquer das hipótese governativas.

Ora sabendo que 30% do eleitorado vai parar aos pequenos partidos e que a hipótese de Bloco Central já foi posta de parte à partida, será certamente uma legislatura sem maioria a (des)governar Portugal.

A pergunta persiste: Sócrates ou MFL? Como se costuma dizer: "Venha o Diabo e escolha!"

Eu escolhia o Diabo...

domingo, 20 de setembro de 2009

Circuito Ponta Delgada Concelho Feliz

Não sei bem a diferença entre o circuito que hoje se realizou e um Criterium à moda dos que se fazem lá fora, isso na denominação claro.

Foi uma prova muito engraçada sem dúvida. O tempo estava óptimo e um pelotão bem composto rolou durante algum tempo antes de se fraccionar em gruppetos.

Muito boas prestações para final de época!


Circuito fechado, policiamento, insufláveis, pódio discreto, enfim a faltar mesmo só Photo Finish...

Quem sabe para o ano!

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Why so sad?

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Uma desgraça (turca) nunca vem só...

Türkiye talihsizlik. Poderia ser o título deste post.

Tendo eu uma costela turca não posso deixar de sentir alguma tristeza, não só pela recente catástrofe das cheias, mas também claro pela Futbol Milli Takim.



Depois da água que para já provocou 32 mortos na cidade turca, houve também quem metesse água ontem (e nos últimos tempos...). Fatih Terim e os seus pupilos não venceram na Bósnia.

Quer dizer que a Turquia ficará afastada de África do Sul no próximo ano.

É tempo de rescaldo e duvido muito que Terim fique na Milli Takim.

Ontem houve algumas surpresas na Qualificação. Nem falo de Portugal porque isso enfim...

Destaco a Arménia. Depois de levar 5 batatas da Espanha a Bélgica foi perder à Arménia por 1-2. Diria que bateu no fundo...

Finlândia e Liechtenstein empataram 1-1, tal como a Dinamarca e Albânia.

Interessante que 18 anos depois, a parte mais representativa da antiga Jugoslávia, tem a hipótese de ser qualificada para a fase final do Campeonato do Mundo: Eslovénia, Bósnia, Croácia e Sérvia.

Pior mesmo é a Argentina. Ficar sem o melhor do mundo (Messi, claro!) era muito mau para o espectáculo...

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Domingo de Carvão

Caiu o pano sobre mais uma época de XC, daquele puro e duro claro.

O encerramento foi na Lagoa do Carvão, prova adiada por não se ter pedido permissão a S. Pedro, por alturas de Junho.

Diga-se que não havia nada a disputar. Falo de coisas sérias e não de disputas pessoais. Mesmo assim tenho de salientar o espírito competitivo dos atletas que, mesmo a feijões, não deixaram de dar o seu melhor.

Tive o privilégio de acompanhar o XC e o DH este ano. Foi um ano de coisas boas e menos boas.

Penso no entanto que é uma modalidade presa por fios. Não me levem a mal mas sem rodeios e hipocrisias é o que me parece. É preferível dizer-se o que se pensa do que dar palmadinhas nas costas.
Eu próprio não gosto de certas coisas e de certas pessoas (mais as últimas...) que fazem parte da modalidade.

E como eu muitos outros. A diferença está nos apertos de mão e nas palmadinhas nas costas...