quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Ano novo, vida nova

Hoje, apesar de dia de trabalho, é motivo de festejo. 2009 termina hoje e não posso dizer que com muitas saudades.

Foi um ano mau. Sim senhor. Mau. Há crise em todos os aspectos e facetas da vida e embora pense que 2010 não será melhor, tenho a secreta esperança que 2010 superará as minhas expectativas.

Não costumo lamentar a passagem de ano e posso dizer que não sou muito festeiro nestas ocasiões.
No entanto reconheço que é um ciclo novo que se inicia, que é um ritual de passagem e que por vezes é de esperanças e sonhos a concretizar que vamos vivendo nesta vida por vezes triste.

Saúde, e paz é o que desejo a todos. Aproveitemos o tempo que nos resta. Alimentemos os sonhos que comandam a vida!

O ano novo pode ser galo ou pode ser galinha, como diz o ditado, e será concerteza um ano de crise.

Mas a isso já estamos habituados.

Um bom Ano para todos!

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Os Óscares do Ciclismo

Decorreu ontem mais uma edição da gala de ciclismo que fecha a época 2009.

Apesar da hora ser demasiado cedo para as minhas ocupações profissionais, compareci.

A cerimónia decorreu muito bem e foi agradável de assistir. Para já penso que o ciclismo saiu mais forte e o facto de já se ter assegurado patrocínios para a próxima época é sem dúvida uma boa notícia.



Diferentes foram sem dúvida os "troféus" entregues. Cada atleta teve direito a uma foto de entre as muitas que se foram tirando ao longo da época.

Entre o gostar e o não gostar, daqueles que ouvi, penso que uma parte significativa não gostou. Comentários do tipo " Epá o fotógrafo não tinha uma melhor foto minha?" foram ouvidos.

Meio a sério, meio a brincar o certo é que o valor é sempre pouco.
O conceito de gratuitidade em tudo o que se faz não me deixa indiferente. E porventura desmotiva ao ponto de se passar a dar tanto quanto se recebe: nada.

A próxima época velocipédica já está aí ao virar da esquina.
Será uma época diferente. E por ser diferente, enquanto fotógrafo, passarei a dar tanto quanto recebo em troca...